ÚLTIMAS
recent

Médico dá dicas para evitar ressaca pós festa de final de ano

É fundamental a hidratação em todos os momentos', enfatiza.
Médico recomenda hidratação e alimentação antes do consumo de álcool.

Ingestão de bebida em Petrolina, PE (Foto: Reprodução/ TV Grande Rio) A combinação de alimentação inadequada, mais excesso de bebida alcoólica são receita quase certa para a ressaca no dia seguinte às festas de final de ano. Para evitar sofrer desse mal e poder aproveitar melhor os eventos é preciso tomar alguns cuidados.

De acordo com o médico Pablo Rodrigo de Andrade, especialista em saúde da família, a ressaca é a exaustão metábolica, principalmente na região do fígado. "O indivíduo precisa de um tempo para que o fígado recupere suas funções habituais", explica.
Para evitar essa desidratação, o médico recomenda que as pessoas se alimentem antes de fazer a ingestão de bebidas alcoólicas. "Senão a absorção do álcool pela mucosa estomacal vai ser mais rápida e a ação do metabolismo no fígado maior, causando a ressaca no outro dia", ressalta.

O médico recomenda ainda a ingestão de líquidos como água antes, durante e após o consumo. "É fundamental a hidratação em todos os momentos", enfatiza.

Sobre o limite para que a pessoa pare de ingerir bebida alcoólica, Andrade ressalta que apesar da recomendação dada pela Organização Mundial de Saúde (OMS), para que as pessoas consumam o equivalente a duas taças de vinho ou três copos de cerveja por dia, é difícil mensurar, já que o organismo de cada pessoa reage de maneira diferente.

"Como as pessoas, na maioria da vezes, consomem essa quantidade de uma única vez, aos finais de semana e festas, não existe um limite, pois, os organismos reagem de maneiras diferentes. Então, algumas pessoas ingerem menos e terão os mesmos sintomas e outras precisam ingerir mais para ter os sintomas de ressaca. Tem que ter bom senso e cada um saber seu limite", finaliza.

 

Notícias Atuais

Notícias Atuais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao Topo
Tecnologia do Blogger.