ÚLTIMAS
recent

Salvador registra mais seis casos suspeitos de Chikungunya

  • Mosquito Aedes Aegypti também transmite a dengue
Salvador registrou mais seis casos suspeitos de febre Chikungunya nas últimas duas semanas. Segundo informações divulgadas pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS) nesta segunda-feira, 29, os pacientes são moradores os bairros da Barra, Cabula, Itapuã, Subúrbio Ferroviário e Pau da Lima.
Eles aguardam o resultado dos exames laboratoriais para a confirmação da doença mas passam bem e não sofreram consequências graves.
Para evitar a proliferação da doença, agentes de endemias do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) já realizaram ações de bloqueio para detectar, combater e eliminar possíveis focos dos mosquitos Aedes aegypti e o Aedes albopictus, transmissores da chikungunya, nas regiões onde foram notificados os casos suspeitos na capital baiana.
De acordo com a SMS, o CCZ também realiza visitas domiciliares, buscas por possíveis focos em terrenos baldios e ações educativas, com o objetivo de orientar os moradores no armazenamento de garrafas e outros materiais para evitar novos focos.
Até o momento, a Secretaria notificou 78 casos de chikungunya no município, com três confirmações. Estes casos foram considerados "importados", pois os pacientes foram infectados em Feira de Santana, após visitarem familiares que moram na localidade. Outros 47 casos estão sob análise.
Os pacientes com suspeita de chikungunya podem ser atendidos nos postos da atenção básica da rede municipal. Os sintomas são os mesmos da dengue: dores nas articulações, febre, dor de cabeça e vermelhidão na pele.
Notícias Atuais

Notícias Atuais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao Topo
Tecnologia do Blogger.