ÚLTIMAS
recent

EXECUTIVO VAI TER QUE ARCAR COM ILUMINAÇÃO PÚBLICA.

A Prefeitura de Barroso terá que repassar R$ 60 mil, mensalmente, ao consórcio intermunicipal da Associação dos Municípios da Microrregião das Vertentes (Amver). A verba destina-se ao custeio do serviço de iluminação pública, que, a partir de agora, passa a ser de responsabilidade dos municípios, cumprindo Resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). 
_MG_1375
Um projeto que trata do assunto continuará sendo discutido na Câmara de Vereadores, muito embora o repasse do recurso será mantido até dezembro de 2015. Algumas prefeituras já criaram ou reativaram a taxa de iluminação pública para amenizar os gastos. Por exemplo, em Barroso, quem exceder a 100kw de consumo seria tarifado, porém, com um pedido de vistas no último dia 30, na última reunião ordinária da Câmara, a cobrança aos moradores só será possível em 2016. Mesmo que a matéria seja votada no Legislativo, os barrosenses estão isentos dessa tarifa em 2015, ela só pode ser cobrada ano que vem.
Comentário de Antônio Marcos no seu blog sobre o pedido de vista:
“Lamentável. O fato de um vereador de Barroso, durante discussão do projeto sobre a iluminação pública, fazer, “sorrateiramente”,  sinais a uma companheira de Plenário para que ela apresentasse o pedido de vistas à matéria, porque ele, simplesmente, não teve a coragem de fazê-lo publicamente para não se indispor com o Executivo. Prefiro não revelar o nome do vereador, seria antiético. Aliás, não me surpreende esse tipo de atitude, traição no Legislativo barrosense está se tornando moda. O povo precisa acompanhar mais de perto o que acontece no Plenário”.
ORÇAMENTO 2015
Outra discussão na Câmara na última reunião e que continua em aberto é o assunto Orçamento 2015. Aos 44 minutos do segundo tempo a Casa aprovou o Orçamento do município para 2015, estimado em R$ 53 milhões, R$9 milhões a mais que em 2014.
Porém, o documento foi aprovado com emendas, inclusive da vereadora de oposição, Deléia (PPS). Há informações extra-oficiais que o Executivo vai vetar as emendas. Isso acontecendo, os vetos retornam à Câmara para serem mantidos ou derrubados.
Comentário de Antônio Marcos no seu blog sobre a possível votação ao veto:
“Aí é que a porca torce o rabo. Do jeito que as coisas andam nebulosas para o Executivo no Legislativo, após a eleição da nova Mesa Diretora, será que os vetos serão mesmo mantidos ? É gostar demais de dormir com o inimigo, não acham ?”
Fonte: Barroso em Dia
Notícias Atuais

Notícias Atuais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao Topo
Tecnologia do Blogger.