ÚLTIMAS
recent

Piauí ocupa a 5ª posição do país com maior número de trabalho escravo.

As cidades de Parnaíba e Picos tiveram 113 trabalhadores nessa situação.
Segundo o MTE flagrantes foram no ramos de coleta de palha da carnaúba.

O Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) realizou 248 ações fiscais e resgatou um total de 1.590 trabalhadores vítimas de trabalho escravo em 2014 em todo país. As cidades de Parnaíba e Picos, no Sul Piauí, tiveram 113 trabalhadores identificados nessa situação, durante coleta de palha da carnaúba, ocupando a 5ª posição no ranking nacional elaborado pela Divisão de Fiscalização para Erradicação do Trabalho Escravo (Detrae).

Segundo o órgão, os dados materializam a efetivação de parcerias inéditas no trato da questão, podendo ser referenciadas ações fiscais realizadas com o Ministério da Defesa, Exército Brasileiro, Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).

O ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias, afirmou que o governo não pretende se intimidar com a ação dos que promovem o trabalho análogo ao da escravidão e vai continuar atuando, cada vez mais, para coibir essa prática. "Estamos sendo mais eficientes no combate a esta prática. Sem que o combate ocorresse não teríamos esses números para oferecer", comentou.

Obrigado por visita o site Notícias Atuais !!!
Notícias Atuais

Notícias Atuais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao Topo
Tecnologia do Blogger.