ÚLTIMAS
recent

Angelina Jolie retira ovários e trompas para prevenir câncer

A atriz Angelina Jolie revelou nesta terça-feira que passou por mais uma cirurgia preventiva e teve seus ovários e trompas removidos na expectativa de reduzir o risco de ter câncer.
atriz diz que um exame de sangue recente mostrou um possível sinal precoce da doença. A notícia foi um golpe para a estrela, que já tinha se submetido a uma dupla mastectomia.

A atriz Angelina Jolie revelou nesta terça-feira que passou por mais uma cirurgia preventiva e teve seus ovários e trompas removidos na expectativa de reduzir o risco de ter câncer.

Em artigo publicado no jornal New York Times, a cineasta e ativista humanitária diz que um exame de sangue recente mostrou um possível sinal precoce da doença. A notícia foi um golpe para a estrela, que já tinha se submetido a uma dupla mastectomia.

"Eu passei pelo que imagino milhares de outras mulheres já passaram", escreveu ela. "Eu disse a mim mesma para ficar calma, ser forte e que não tinha razões para pensar que não viveria para ver meus filhos crescerem e conhecer meus netos."

Angelina Jolie, de 39 anos, revelou dois anos atrás que tem um gene que a coloca em alto risco de desenvolver câncer de mama e de ovário. Sua mãe morreu de câncer no ovário e sua avó materna também teve o mesmo tipo de câncer, evidências fortes de um risco genético herdado que levou a atriz a passar por uma dupla mastectomia para tentar evitar o mesmo destino.

Apenas um pequeno porcentual de mulheres tem o mesmo gene defeituoso que a atriz, conhecido como BRCA1. Essas mutações são mais comumente encontradas em mulheres do leste europeu de ascendência judaica, embora outros grupos, dentre eles norueguesas, holandesas e islandesas também registrem taxas um pouco mais altas dessas mutações.

A média das mulheres tem um risco de 12% de desenvolver câncer de mama durante a vida. Mulheres que herdaram o BRCA têm cerca de cinco vezes mais chances de desenvolver câncer de mama.

Angelina Jolie disse que embora a mutação genética sozinha não fosse uma razão para recorrer à cirurgia, já que existem outras opções médicas disponíveis, o histórico de sua família influenciou sua decisão de passar pela cirurgia agora. O procedimento coloca a mulher na menopausa e a atriz escreveu que busca medicamentos alternativos e um tratamento de reposição hormonal.

Sua corajosa decisão de anunciar publicamente a dupla mastectomia foi elogiada como um divisor de águas nos esforços para convencer as mulheres realizar os exames sensibilizá-las para a necessidade da detecção precoce. Por essa razão ela voltou a escrever a respeito das medidas seguintes.

"Eu quero que outras mulheres em risco saibam a respeito das opções", escreveu ela. "Eu prometi divulgar qualquer informação que pudesse ser útil, o que inclui minha próxima cirurgia preventiva, a remoção de meus ovários e trompas".

O artigo da atriz deixa claro a angústia que os resultados dos exames de sangue trouxeram. Ela conta que telefonou imediatamente para seu marido, o ator Brad Pitt, que voltou da França em algumas horas.

O fato de ela contar sua história tem um papel muito importante na conscientização, afirmam pessoas que trabalham em instituições que cuidam da doença. Elas esperam que outras mulheres em risco sejam encorajadas a conversar com seus médicos.

"Angelina Jolie tomou uma decisão realmente corajosa", disse Katherine Taylor, executiva-chefe interina do Ovarian Cancer Action. "(O procedimento) põe a mulher em menopausa cirúrgica, então não é uma decisão fácil de ser tomada."

Com informações do Site: DIÁRIO do LITORAL
Notícias Atuais

Notícias Atuais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao Topo
Tecnologia do Blogger.