ÚLTIMAS
recent

Descoberto Palácio Esparta da Grécia Antiga

Os espartanos formaram a antiga civilização grega imortalizada na Ilíada de Homero. Conhecidos por sua força militar, eles dominaram a Grécia Antiga por séculos, mas desapareceram misteriosamente em 1200 a.C. Agora, arqueólogos acreditam que podem ter encontrado as ruínas de um palácio há muito tempo perdido que poderia ter pertencido à antiga cultura micênica de Esparta - veja fotos da descoberta no no final do texto.
Descoberto Palácio Esparta da Grécia Antiga:
Os espartanos formaram a antiga civilização grega imortalizada na Ilíada de Homero. Conhecidos por sua força militar, eles dominaram a Grécia Antiga por séculos, mas desapareceram misteriosamente em 1200 a.C.

Agora, arqueólogos acreditam que podem ter encontrado as ruínas de um palácio há muito tempo perdido que poderia ter pertencido à antiga cultura micênica de Esparta - veja fotos da descoberta no no final do texto.


A descoberta ocorreu perto da aldeia Xirokambi, na Lacônia, localizada perto de Esparta, no sul da Grécia. Foi encontrado um palácio, com cerca de 10 quartos, repleto de inscrições arcaicas dos séculos 17 e 16 a.C. O complexo é chamado de Ayios Vassileios e inclui uma série de objetos de culto, figuras de barro, uma cabeça de um touro, espadas de bronze e fragmentos de pinturas de murais, segundo divulgou o Ministério da Cultura da Grécia. Os pesquisadores ficaram impressionados com o fato de os artefatos terem sobrevivido por tanto tempo, já que o palácio foi completamente queimado no século 14 a.C.


Enquanto o desaparecimento de Esparta segue um mistério, em 2013, pesquisadores da Universidade de Paul Sabatier-Toulouse, na França, sugeriram que uma seca teria dado fim aos espartanos, enquanto há uma teoria concorrente que diz que um terremoto destruiu a civilização. A descoberta é importante, porque, enquanto os especialistas sabem que Esparta era um local importante no período micênico, eles nunca haviam encontrado um palácio desta época na planície espartana.


Enquanto o desaparecimento de Esparta segue um mistério, em 2013, pesquisadores da Universidade de Paul Sabatier-Toulouse, na França, sugeriram que uma seca teria dado fim aos espartanos, enquanto há uma teoria concorrente que diz que um terremoto destruiu a civilização. A descoberta é importante, porque, enquanto os especialistas sabem que Esparta era um local importante no período micênico, eles nunca haviam encontrado um palácio desta época na planície espartana.
Adicionar legenda
A descoberta ocorreu perto da aldeia Xirokambi, na Lacônia, localizada perto de Esparta, no sul da Grécia. Foi encontrado um palácio, com cerca de 10 quartos, repleto de inscrições arcaicas dos séculos 17 e 16 a.C. O complexo é chamado de Ayios Vassileios e inclui uma série de objetos de culto, figuras de barro, uma cabeça de um touro, espadas de bronze e fragmentos de pinturas de murais, segundo divulgou o Ministério da Cultura da Grécia. Os pesquisadores ficaram impressionados com o fato de os artefatos terem sobrevivido por tanto tempo, já que o palácio foi completamente queimado no século 14 a.C.
Descoberto Palácio Esparta da Grécia Antiga
A descoberta ocorreu perto da aldeia Xirokambi, na Lacônia, localizada perto de Esparta, no sul da Grécia. Foi encontrado um palácio, com cerca de 10 quartos, repleto de inscrições arcaicas dos séculos 17 e 16 a.C. O complexo é chamado de Ayios Vassileios e inclui uma série de objetos de culto, figuras de barro, uma cabeça de um touro, espadas de bronze e fragmentos de pinturas de murais, segundo divulgou o Ministério da Cultura da Grécia. Os pesquisadores ficaram impressionados com o fato de os artefatos terem sobrevivido por tanto tempo, já que o palácio foi completamente queimado no século 14 a.C.
Descoberto Palácio Esparta da Grécia Antiga
A descoberta ocorreu perto da aldeia Xirokambi, na Lacônia, localizada perto de Esparta, no sul da Grécia. Foi encontrado um palácio, com cerca de 10 quartos, repleto de inscrições arcaicas dos séculos 17 e 16 a.C. O complexo é chamado de Ayios Vassileios e inclui uma série de objetos de culto, figuras de barro, uma cabeça de um touro, espadas de bronze e fragmentos de pinturas de murais, segundo divulgou o Ministério da Cultura da Grécia. Os pesquisadores ficaram impressionados com o fato de os artefatos terem sobrevivido por tanto tempo, já que o palácio foi completamente queimado no século 14 a.C.
Descoberto Palácio Esparta da Grécia Antiga

O site Notícias Atuais Agradece a sua visita!!!
Fontes: History, DailyMail , LiveScience
Crédito das fotos: Ministério da Cultura da Grécia
Notícias Atuais

Notícias Atuais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao Topo
Tecnologia do Blogger.