ÚLTIMAS
recent

Pornografia é a maior causa de divórcio - Segundo a (ASA)

Ver pornografia estando casado pode parecer algo de pouca importância para muitos, mas é importante saber que este hábito aumenta a probabilidade de divórcio. Esta é a conclusão de um novo estudo apresentado este ano na Reunião Anual da Associação Americana de Sociologia (ASA, na sigla em inglês).
Pornografia é a maior causa de divórcio:
Ver pornografia estando casado pode parecer algo de pouca importância para muitos, mas é importante saber que este hábito aumenta a probabilidade de divórcio. Esta é a conclusão de um novo estudo apresentado este ano na Reunião Anual da Associação Americana de Sociologia (ASA, na sigla em inglês).

Para chegar a estes resultados, os pesquisadores colheram dados de milhares de norte-americanos maiores de idade que responderam a um questionário. Tanto homens quanto mulheres foram entrevistados a respeito da sua relação com a pornografia e seu estado civil até três vezes a cada dois anos, no período de 2006 a 2014, de acordo com informações da revista Men’s Fitness.

Veja também: Será o fim do sexo para os humanos?
Leia também: Bermuda promete melhorar desempenho sexual masculino

Graças a esta informação, os pesquisadores descobriram que a probabilidade de que alguém se separe de seu parceiro pode até dobrar se um deles assiste vídeos pornográficos sozinho. A relação é mais forte no caso das mulheres, pois elas se tornam até três vezes mais propensas ao divórcio quando começam a ver pornografia, conforme reportou a revista Time.

Quanto mais jovens, pior
Também foi observado um maior risco de separação entre os casais formados por adultos jovens. “Os norte-americanos jovens tendem a ver pornografia com mais frequência do que os mais velhos. As pessoas de idade mais avançada, em geral, têm casamentos mais equilibrados, tendem a ser mais maduras, financeiramente estáveis, e é mais provável que tenham investido mais tempo na relação,” comentou Samuel Perry, autor principal do estudo, segundo o site Psych Central.

A religião ajuda
O uso da pornografia também teve um impacto negativo nos casamentos menos religiosos. Por exemplo, os que não costumavam participar de alguma igreja tiveram um aumento de 6 a 12% na probabilidade de divórcio. Por outro lado, os que foram à igreja pelo menos uma vez por semana praticamente não tiveram aumento na chance de separação por assistirem a vídeos sensuais, conforme o site mencionado anteriormente.

Cabe ressaltar que o estudo demonstrou que o uso individual da pornografia é o que poderia prejudicar o casamento. Isso se deve ao fato de que as pessoas teriam que assistir aos vídeos em segredo e apagar seu histórico de navegação da Internet. Além disso, elas também podem experimentar fantasias e tornar realidade seus desejos insatisfeitos com seu computador, em vez de fazê-lo com o parceiro, de acordo com o site de relacionamentos Your Tango.

Por isso, se você é casado(a), talvez valha a pena diminuir este hábito. Como sempre, recomendamos consultar um especialista em relacionamentos caso tenha mais dúvidas sobre o tema.

O site Notícias Atuais Agradece a sua visita!!!
Fonte: Yahoo Vida e Estilo
Crédito da foto: Google.com.br/imagens
Notícias Atuais

Notícias Atuais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Voltar ao Topo
Tecnologia do Blogger.